);

Assessoria Empresarial – Auditoria Jurídica Externa

ASSESSORIA EMPRESARIAL – Auditoria Jurídica Externa

Auditoria interna e externa
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Auditoria é um exame cuidadoso e sistemático das atividades desenvolvidas em determinada empresa ou setor, cujo objetivo é averiguar se elas estão de acordo com as disposições planejadas e/ou estabelecidas previamente, se foram implementadas com eficácia e se estão adequadas (em conformidade) à consecução dos objetivos.

As auditorias podem ser classificadas em: auditoria externa e auditoria interna. Enquanto a primeira é realizada por um profissional sem vínculos empregatícios com a empresa, a segunda é feita por um profissional da própria empresa, com o propósito de monitorar e avaliar os controles internos.1

Atualmente, a auditoria externa se distribui em diversas áreas de gestão, havendo várias ramificações: auditoria de sistemas, auditoria de recursos humanos, auditoria da qualidade, auditoria de demonstrações financeiras, auditoria jurídica, auditoria contábil, etc. Os profissionais de auditoria de demonstrações financeiras são certificados e devem seguir rigorosas normas profissionais nos Estados Unidos e em diversos outros países, inclusive no Brasil.
Contabilidade
Contabilidade
Princípio contábil
Ramos da contabilidade
Normas internacionais de contabilidade
Normas Brasileiras
Normas Portuguesas
Demonstrações contábeis
Análise contábil

Índice

    1 Achados de auditoria
    2 Evidências de auditoria
    3 Alguns tipos de auditoria
    4 Ver também
    5 Referências
    6 Referências bibliográficas
    7 Ligações externas

Achados de auditoria
Ver artigo principal: achado de auditoria

É toda prova obtida pelo auditor, com a aplicação dos procedimentos de auditoria, para avaliar se os critérios estabelecidos estão sendo ou não atendidos. Ou seja, são fatos resultantes dos programas de auditoria que remetem a deficiências encontradas na entidade auditada.

Seus requisitos básicos são:

    mostrar a relevância do fato;
    ser respaldados nos papéis de trabalho;
    ser objetivos;
    amparar as conclusões e recomendações;
    ser convincentes a uma pessoa estranha ao processo.

Evidências de auditoria
Ver artigo principal: evidência de auditoria

É o conjunto de fatos comprovados, suficientes, competentes e pertinentes e, por definição, mais consistentes que os achados, em função de determinadas características:

    suficiência: a evidência deve ser convincente às pessoas leigas, permitindo-as chegar às mesmas conclusões do auditor;
    validade: deve dar credibilidade e suporte à conclusão do auditor;
    relevância: deve ter relação com os objetivos da auditoria;
    objetividade: deve ser objetiva e respaldar as conclusões do auditor de forma mais profunda do que a simples aparência.

A evidência de auditoria é classificada segundo os procedimentos que a originaram. Assim, temos:

    Evidência física: obtida em decorrência de uma inspeção física ou observação direta de pessoas, bens ou transações. Normalmente é apresentada sob a forma de fotografias, gráficos, memorandos descritivos, mapas, amostras físicas etc.

    Evidência documental: é aquela obtida dos exames de ofícios, contratos, documentos comprobatórios (notas fiscais, recibos, duplicatas quitadas, etc.) e das informações prestadas por pessoas de dentro e de fora da entidade auditada, sendo a evidência obtida de fontes externas adequadas mais fidedigna que a obtida na própria organização sob auditoria.

    Evidência testemunhal: é aquela decorrente da aplicação de entrevistas e questionários.

    Evidência analítica: decorre da conferência de cálculos, comparações, correlações e análises feitas pelo auditor, dentre outras.

Alguns tipos de auditoria

    Auditoria ambiental
    Auditoria de circulação
    Auditoria contábil
    Auditoria de demonstrações financeiras
    Auditoria fiscal
    Auditoria em segurança da informação
    Auditoria social
    Auditoria de prestação de contas
    Auditoria de riscos
    Auditoria de sistemas
    Auditoria governamental
    Auditoria de desempenho
    Auditoria operacional
    Auditoria financeira
    Auditoria tributária
    Auditoria trabalhista
    Auditoria publicitária
    Auditoria de publicidade exterior

Ver também

    Contabilidade
    Qualidade
    ISO 19001
    ISO 9000
    ISO 19011
    ISO 14001

Referências

    Auditorias externas e internas. Dominus Auditoria, página acessada em 12 de janeiro de 2014.

Referências bibliográficas

    NBR ISO 19011
    ARAÚJO, Inaldo da Paixão Santos. Introdução à auditoria operacional – 4. ed. – Rio de Janeiro: Editora FGV, 2008.

Ligações externas

    Instituto dos Auditores Internos do Brasil
fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Auditoria

Continuar lendo